terça-feira, 14 de agosto de 2007

Futebol dos Artistas - II


Sérgio Abreu: alongamento antes da partida. Foto: Juliana S. Duarte

Disparado no ibope da Rede Globo, Sérgio Abreu fez parecido em Criciúma: disparou o coração das carvoeiras.
O ator que interpreta o homossexual Thiago na novela 'Paraíso Tropical', voltou a cidade com a mesma simpatia que encontrei, há alguns anos atrás.
Sempre sorrindo e fazendo brincadeiras, Sérgio soube acolher muito bem a todos que estavam ao seu redor, e num bate papo super descontraído comigo, falou sobre o evento e principalmente sobre o seu personagem, que vem fazendo sucesso, e mudando o conceito do homossexualismo no Brasil:

J: E aí Sérgio, o que achou do jogo hoje?
S: Foi legal, foi legal. Claro que a gente sabe que o time local era de pessoas conhecidas, que jogam toda semana e tal... Isso acaba influenciando mas mesmo assim, foi maneiro.
J: Mas assistindo o jogo, acho que vocês conseguiram passar uma coisa boa pra toda 'platéia'. Pareciam estar bem a vontades, valeu a brincadeira?
S: Ah, com certeza! Conseguimos fazer um jogo legal sim. O pessoal foi muito receptivo, valeu a pena.
J: E a organização? Não acha que foi pouco divulgado ou que as mudanças na escalação acabaram prejudicando o evento?
S: É complicado. Infelizmente uma semana é pouco mesmo, mas quanto as mudanças não temos muito o que fazer. A gente nunca sabe onde vai estar, se fosse a 15 dias atrás eu não estaria aqui, por exemplo. E assim é com todos os artistas presentes, é muito difícil você confirmar presença num evento como esse, antecipadamente.
J: E da festa, o que ta achando?
S: Estou adorando! A gente sente uma coisa boa, o pessoal daqui é muito bacana.
J: E você agora esta interpretando um homossexual na novela de maior audiência da Rede Globo, como esta sendo essa experiência?
S: Muuuito maneira! Estamos conseguindo passar algo diferente dos outros casais homossexuais já interpretados na TV.
J: Vocês parece ter conquistado o publico e quebrado alguns tabus, você relaciona isso a que?
S: Acho que é exatamente isso. As pessoas estão enxergando os homossexuais com outros olhos. Mudou um pouco a idéia tradicional e preconceituosa. Eu tenho amigos gays que são assim, nada espalhafatosos. Aquela coisa de tudo muito colorido ou querendo chamar atenção, sabe? Acho que isso já era, as pessoas estão vendo que não é bem assim, eles podem ser discretos também.
J: Com certeza, não existe todo aquele burburinho em relação aos personagens, pelo contrário, existe uma admiração.
S: Acho que o 'Gilberto' conseguiu exatamente o que queria. Fazer de um casal gay, algo comum. Até porque lidar com isso é complicado, a gente sabe. Envolve toda uma questão de idade, família, sociedade... É fato, existe e tem que ser mostrado de todas as formas. Acho que ele esta conseguindo transmitir algo que nunca foi visto: um casal gay, no horário nobre que conquista cada vez mais pessoas.
J: E o publico homossexual?
S: Ah é ótimo, né? Até eles estão mais à-vontades. A gente sabe de homossexuais que acabaram ficando aliviados ao ver que existe sim uma aceitação, e passaram a tornar pública essa opção. E também de outras pessoas que passaram a aceitar, por ver que é algo natural. Que um casal de gays pode ser tão comum, e é, quanto um casal de ‘heteros’. É muito gratificante.
J: Sérgio, muito obrigada. Sucesso pra você e boa festa!
S: Eu que agradeço, e boa festa também!

E assim (morram de inveja meninas), com um abraço carinhoso e um beijo, me despedi do galã que demonstrou ter um senso de humor ímpar, um amor pelo trabalho e principalmente, uma inteligência tamanha!
Beijos, e até a próxima!

Nenhum comentário: