terça-feira, 11 de agosto de 2009

O cafajeste que eu pedi a Deus (e que ele ainda não me deu)

Aqui dentro de mim deve existir um alguém muito masoquista. Vem, machuca, pisa, pinta e borda. Se fosse diferente, talvez não tivesse tanta graça. Um exemplo bem atualizado é aquele Nick da novela das 19h (que sempre começa as 20h!). O bonitão do Sérgio Marone já representou alguns vários mocinhos na telinha, mas nunca me fez suspirar como faz agora com todo aquele jeito cínico.
Quando a tal da Milena tenta esmagar o pobrezinho, me dá vontade de pegar no colo e perguntar: - Ta doendo? Vem aqui com a super Ju que tudo vai ficar bem. E se não ficar, paciência, pelo menos a diversão vai ser garantida.
Não que eu não goste de carinho, ou que eu ache o máximo ser passada para trás, longe de mim! Mas depois de um tempo o desafio é bem mais acolhedor do que algumas palavrinhas em qualquer conquista. E, cá pra nós, quem aqui resistiria a aquele sorrisinho cafajeste e cheio de charme do Nick? Se for pra correr risco, que seja com prazer!
Convenhamos, a gente vive se apaixonando e se dando mal. O cara vem, estica, puxa, mexe, remexe, sacode toda essa poeira e quando você 'tá' quase dando a volta por cima, alguém acha que o seu tapete fica melhor na sala da outra. Alguém não, o cara. Aquele cara legalzão, o bom da bola que parecia ser perfeito. E se esta tudo bem é porque algo realmente está errado. Ele não deve gostar tanto assim. Deve ter algum defeito grave ou distúrbio mental. É fruto da minha imaginação, e o distúrbio também é meu.
Não é que eu goste do desgosto, mas o que me agrada mesmo é sentir o vento batendo na cara. Eu bem queria um Nick pra por na linha, mas saberia aproveitar direitinho. Contanto que ele venha também no formato moreno, alto, bonito, sensual e com o final que a gente sabe (e espera!) que vai acontecer: feliz. Chega do padrão bonitinho mas ordinário que não muda. O mundo tem desses em pilhas e aqui dentro não sobrou lugar pra mais um. Eu até aceito uns errinhos pra consertar. Até mesmo com aquelas frases surreais. Eu queria mesmo um Nick agora, e não seria pra carregar minhas sacolas. Menos ainda só pra pegar um drink. Além de algumas sacanagens, ele podia olhar pra mim e assumir que para a perfeição só lhe falta um pouco mais de humildade, e eu responderia: - Para a sua perfeição, bem meu, o que falta sou eu.
Humildades a parte, se a Milena não aproveitar... É a treva!

14 comentários:

Thaysss disse...

taaaaato talento pra uma pessoa só, adimiro muito toda essa tua enteligencia :* beeijos

Joana Paula disse...

adorooo qro mais mais mais!!

Magalices disse...

Olha, nós mulheres sempre gostamos desses complicadinhos né? Mas mudá-los nega, isso é praticamente impossível. Muda uma ooisinha ou outra, mas o nosso maior erro é pensar que mudaremos os trastes totalmente. Vivendo e aprendendo :D

beijoss!!!

Rê Valentim disse...

"Mas depois de um tempo o desafio é bem mais acolhedor do que algumas palavrinhas em qualquer conquista."

CONCORDO E ASSINO EM BAIXOO!

Ficar com alguém, assim fácil, sem problema nenhum..sem ter aquela vontade imensa de estar ao lado da pessoa, desejar e nao poder pegar...isso nao tem graça!

O bom mesmo é ficar com aquele desejo, aquela vontade de estar um com outro e as vezes alguma coisa nao da certo...mas depois, depopis de alguns desejos...a vontade se tornar realidade!
Aih siim!

Tah ligada aquela história de que ganhar de virada é mais gostoso???
Sem dúvidaaas!
Pergunta pra essa macharada aih, quem gosta de jogar contra um tme q já sabe q é fraco e q tah com a vitória certa???!
Nenhum!

E nós tbm!
De virada é muito mais saborooso! ;)


Adorei o texto Juu!


beeeeeeeeeeeijO

Scheila Sassaki disse...

Olha Ju, faço minhas as palavras da Magalices, pau que nasce torto nuuuuuunca indireta, sou casada com um torto que vai ser torto pra sempre e ainda fala: eu sou assimm, nao vem querer me mudar!! HAHAHAHAH
Só que não teria graça se fossem perfeitos e bonzinhos, não é mesmo?
O negócio é aturar as maluquices deles, e nem adianta fazer bico, porque só piora.

Mas quanto ao Serginho, já falei que pode ficar todinho pra você, pois pra mim falta tempeeeeero. Pronto, falei =x

;*

Scheila Sassaki disse...

indireita*

AME E DÊ VEXAME disse...

Fala sério, AMEI seu blog. Tô acompanhando também.
Adorei o texto, e é fato que curtimos mais os cafajestes aiudashd
bjos :*

AME E DÊ VEXAME disse...

Fala sério, AMEI seu blog. Tô acompanhando também.
Adorei o texto, e é fato que curtimos mais os cafajestes aiudashd
bjos :*

Carina Mota disse...

kkkkkkkkkkk... Adoreei o textoo!!
"Além de algumas sacanagens, ele podia olhar pra mim e assumir que para a perfeição só lhe falta um pouco mais de humildade, e eu responderia: - Para a sua perfeição, bem meu, o que falta sou eu."

Esse trecho foi tudoo!!

Parabéns moçaa!

disse...

O que a gente gosta mesmo nesses cafajestes, é coloca-los na linha ahaha Gostei bastante do teu blog!

Lucas Alberton disse...

Só pra não pensar que o Fernando é o único homem a ler isso aqui... hehe

Parabéns pelo Blog Ju...

To pensando em escrever um blog também, só para fazer uma réplica aos seus textos... hehe

Beijos! :)

Louise disse...

SADOmasoquista só se tu gosta de apanhar durante a relação sexual!! Neste caso, acho que só masoquista! E realmente, tentar mudar alguem não é a melhor das ideias, até pq a gente tbm nao gosta quando o cara pede pra nós mudarmos né não?!




*Pronto, tirei a preguiça do coro! Comentei!

Paula disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paula disse...

Adorei, li no jornal ou na revista não lembro mais hehehehe

Parabéns!